• Dr. Marcos Devanir

Quando a dor de cabeça pode representar algo mais grave?

Atualizado: 20 de Mar de 2018

Dor de cabeça ou cefaleia é um dos sintomas mais comuns na prática médica, cerca de 90% da pessoas em algum momento da vida irão vivenciar pelo menos uma crise de dor de cabeça. Já para muitas pessoas esse é um problema que causa incômodo diariamente, causando prejuízo no trabalho e nas relações interpessoais. Nós, médicos, dividimos as dores de cabeça (cefaléia) em dois grandes grupos: as cefaléias primárias, as quais consideramos a dor de cabeça como doença em si e um segundo grupo chamado de cefaléia secundária, e é nesse grupo que doenças graves podem se apresentar através de uma dor de cabeça.

As cefaléias primárias podem ser divididas em inúmeros subtipos. Mas basicamente encontramos com muita frequência as cefaléias tensionais e as enxaquecas (migrânea), que apesar de causarem um grande incômodo, não estão por trás de doenças graves e podem ser tratadas com uso de medicações adequadas, prescritas por um médico que tenha feito o diagnóstico adequado do subtipo da cefaléia.

    No caso das cefaléias secundárias, o que na verdade causa a dor de cabeça é outra doença como, por exemplo, um tumor cerebral (glioblastoma, meningioma, metástase, etc), um aneurisma intracraniano roto, um processo infeccioso como meningite etc. Para ajudar a diferenciar uma cefaléia primária de uma secundária é necessário identificar o que chamamos de sinais de alarme, que são sinais ou sintomas nos quais a presença indica necessidade de investigação da dor de cabeça com algum exame de imagem (tomografia ou ressonância). Abaixo estão citados exemplos de sinais ou sintomas que quando presentes são um alerta importante para procurar um médico:

1- Dor de cabeça que se instala em pacientes com doenças sistêmicas como câncer de pulmão, mama, estômago e intestinos, lúpus, infeções graves. Nesses casos a dor de cabeça pode representar a disseminação do câncer, por exemplo, através de metástases cerebrais; ou no caso de infecções graves a dor de cabeça pode representar a formação de um abscesso ou empiema indicando infecções do sistema nervoso central.

2- Dor de cabeça que aparece associada a algum sinal ou sintoma neurológico, por exemplo, visão dupla, visão embaçada, baixa acuidade visual, perda do olfato, perda de sensibilidade da face, paralisia facial, dificuldade para deglutir, déficit de força motora ou de sensibilidade, dificuldade na fala ou na compreensão da fala, diminuição da acuidade auditiva. Todos esses sinais e sintomas podem representar a presença de doenças neurológicas como AVC, hemorragia (sangramento) intracraniana, a presença de um tumor do sistema nervoso central e uma série de outras doenças.

3- Dor de cabeça que surge em indivíduos nos extremos de idade, como crianças ou adultos que nunca haviam experimentado com frequência esse sintoma.

4- Dor de cabeça de instalação súbita e de forte intensidade. Chamamos de instalação súbida uma dor de cabeça que atinge a sua intensidade máxima em menos de 1 minuto, normalmente o paciente refere esse tipo de dor de cabeça como sendo a pior dor de cabeça vivenciada na vida e dificilmente apresentou outro episódio semelhante no passado. Esse tipo de dor de cabeça normalmente está associado a eventos vasculares como ruptura de aneurismas, hemorragias intracerebrais espontâneas, ruptura de malformações arteriovenosas, etc.

5- Dor de cabeça que está apresentando piora progressiva apesar do tratamento com medicamentos. Esse tipo de sinal de alarme é tênue, já que muitas vezes o paciente já tem uma dor de cabeça diária causada por enxaqueca, por exemplo, e começa a ter dores de cabeça piores que não melhoram com a medicação prescrita. Nestes casos a cefaléia  deixa de ser uma dor na metade da cabeça e passa a doer a cabeça toda, além de mudar outros aspectos. Nesses casos essa mudança no padrão de uma dor de cabeça pode representar outro diagnóstico como um tumor cerebral ou hematoma subdural crônico, dentre outros diagnósticos possíveis.

Contato:

(11) 5081-2192 (11) 95628 - 5666 
Email: marcoscostaneuro@gmail.com

Endereço:

Rua Doutor Diogo de Faria, 775,
9º andar Conjunto 91Vila Clementino,
São Paulo-SP -
CEP 04037-002

Horário de Funcionamento:

Segunda a Sexta das 08:00 ás 20:00

Sábado das 8:00 ás 12:00 
Exceto domingo e feriados.

  • Facebook - Grey Circle
  • Google+ - Grey Circle

Todos os direitos reservados Dr. Marcos Devanir Silva da Costa 
 CRM-SP 144.550  - RQE 58857 - Copyright © 2018

Informe Legal: As informações contidas em nossa homepage têm caráter informativo e educacional.